fbpx

Como os objetos digitais se tornam físicos?

Alunos do 1º ano vão a Laboratório de Criação para desenvolver projetos em 3D.


Como contribuição para o projeto de série do 1º ano (Crianças em qualquer canto – semelhanças e diferenças culturais), nas aulas de Artes Visuais, os pequenos tiveram uma introdução sobre a Índia e retomaram a leitura do conto “A árvore de Amrita”. Por meio da recordação dessa história, os estudantes refletiram a respeito dos problemas do mundo e foram convidados a pensar em soluções. A partir daí, escolheram o que gostariam de ter como poder para mudar. Esse poder foi, então, materializado na forma de um objeto criado na plataforma Tinkercad e impresso na impressora 3D do Laboratório de Criação.

As crianças foram à unidade do Ensino Fundamental II para acompanhar e saber um pouco mais sobre o processo de impressão. O professor de Tecnologia, Rodrigo Lemonica, as recebeu e explicou que o objeto se torna um material físico, graças aos tubos de plástico derretidos dentro da impressora, que o modela de acordo com a imagem recebida através do pen drive (no computador).

“O nosso [objeto] já está pronto?”, perguntou a aluna Júlia Teixeira, do 1º ano G, ansiosa para poder tocar em seu objeto de poder.

Rodrigo também mostrou um microcomputador criado pelos alunos do Ensino Fundamental II para que ele pudesse controlar a impressora 3D a distância.  As crianças circularam pelo laboratório para verem outros projetos. Tiraram suas dúvidas sobre a impressora, o Laboratório de Criação e, em seguida, retornaram para sua unidade.

Confira o projeto: