LC Online
Resp. Academico
Resp. Financeiro
 
 Solicitar senha Esqueci a senha

Consciência corporal

André Trindade, psicólogo formado pela PUC, desenvolve há 20 anos um trabalho de educação corporal, que busca obter a organização funcional do corpo e do movimento tanto no âmbito da educação quanto no da saúde. Devido à importância da linguagem corporal na Educação Infantil, a Lourenço Castanho chamou o profissional para ministrar uma palestra e coordenar atividades para os professores no retorno às aulas. No dia 02/08, Trindade compareceu à unidade da Educação Infantil para o encontro.

A falta de concentração, a agitação e o aumento da agressividade são comportamentos muitas vezes desencadeados na primeira infância.  É o reflexo de uma sociedade cada vez mais rápida e violenta que não usa filtros nas informações passadas às crianças e tende a acelerar o desenvolvimento e o amadurecimento das mesmas. A fim de reverter essa situação, o psicólogo busca instrumentos para conectar  a criança ao seu próprio centro de atenções, a partir de um trabalho de consciência corporal  e educação postural.

O corpo permeia todas as atividades da criança, sendo um instrumento importante de comunicação. A criança percebe o tom de voz, o olhar e o gesto do adulto como uma forma de linguagem. De acordo com Trindade, nós adultos, pais e professores, também podem fazer uso dessa comunicação: “uma criança de dois anos não sabe falar com palavras exatamente o que sente e pensa, mas se expressa por meio de gestos e de atitudes corporais. O trabalho com os professores visa prepará-los para compreender essa linguagem. Ainda nesse semestre Trindade fará uma palestra orientando os pais.

 Além disso, “segundo Trindade, a educação postural deve se iniciar desde cedo:” Precisamos ensinar nossas crianças como se sentar, como manter uma boa postura da coluna vertebral etc. Dessa maneira, o aluno é convidado a conhecer seu corpo e entender seus movimentos, trabalho que pode ser feito a partir de brincadeiras de roda, com panos, utilizando diferentes ritmos e jogos que despertem a consciência corporal. Trindade declara que também podemos utilizar réplicas de esqueletos para proporcionar às crianças uma melhor visão e compreensão do que acontece com os ossos e músculos durante o movimento.

Trindade coordenou várias dessas brincadeiras para os professores, a fim de capacitá-los para realizá-las com os alunos. Para Márcia Sprenger Dalla Stella, diretora pedagógica da Educação Infantil, “as atividades foram muito importantes para essa volta às aulas, pois além de integrar os novos professores, também enriquecem os profissionais com novas técnicas para serem utilizadas em sala de aula”. Trindade confirma: “O grupo foi ótimo e pudemos realizar com êxito tanto as partes teóricas quanto as práticas durante o encontro, creio que as atividades poderão ser aplicadas com satisfação aos alunos”.


Compartilhe - Lourenço Castanho







Issuu Linkedin Twitter Facebook

Educação Infantil

Rua Diogo Jácome, 224
(11) 3049.5330

Ensino Fundamental I

Rua Lourenço Castanho, 273
(11) 3059.5781

Ensino Fundamental II

Rua Bueno Brandão, 283
(11) 3049.5374

Ensino Médio

Rua Fiandeiras, 77
(11) 3047.0099

Administração

Rua Bras Cardoso, 50
(11) 3047.3487