HOME  |  CONTATO  |  LC Online  |  NOTÍCIAS Social Moodle Social Facebook Social Twitter Social Linkedin Social Issuu Social Youtube

 



Carnaval na Educação Infantil

01/03/2019

No dia 27 de fevereiro, as turmas da Educação Infantil foram à Praça de Milão, em uma vivência de Carnaval, para conhecerem as manifestações e tradições culturais brasileiras. As crianças confeccionaram camisetas, bandeiras e apetrechos para desfilarem ao som de marchinhas e cantigas carnavalescas.

Um dos objetivos da Educação Infantil é fazer com que os alunos tenham contato com as mais diversas tradições brasileiras - nesse caso, o Carnaval. “Nós elegemos algumas manifestações para que as crianças conhecessem essas culturas. Normalmente, eles são mais próximos da cultura de São Paulo, como os bloquinhos, por exemplo, mas é interessante apresentar também outras formas em que o Carnaval se apresenta”, explica a coordenadora pedagógica, Vivian Alboz. O professor de Música, Romeu Manson, complementa dizendo sobre a importância dessa cultura. “O Carnaval é uma manifestação muito típica no Brasil, por isso é importante que eles o conheçam desde pequenos. Cada região do país ganha uma importância diferente, como a de Pernambuco que tem bonecos e mistura das tradições brasileiras. Em São Paulo, há o samba paulista e a marchinha, enquanto que no Rio há as escolas de samba.

Então, acredito que tudo isso faz parte da nossa cultura, e é importante que as crianças tenham esse contato”, diz.

Para isso, cada turma teve contato com uma manifestação diferente para que, na hora do desfile, todos os alunos pudessem conhecer um pouco dessas culturas.

O Infantil 3 estudou o Carnaval de São Paulo e do Rio de Janeiro com base no livro “A Escola do Cachorro Sambista” dos autores Felipe Ferreira e Mariana Massarani. “O livro conta a história de um cachorro que mora em uma escola de samba e vai compartilhando todo o funcionamento dela. Durante a narração, também são apresentados exemplos reais de samba-enredo e de algumas personalidades importantes”, diz a coordenadora. Desse modo, os alunos escolheram em quais alas gostariam de desfilar (bateria, ala das baianas, mestre-sala e porta-bandeira).

Já o Infantil 4 ficou com a temática das tradicionais marchinhas. “Após o estudo, eles nomearam os bloquinhos e, nessa escolha, às vezes, eles nomeiam os bloquinhos com as próprias marchinhas ou escolhem nomes diferentes. Também elegem a marchinha favorita para que possam cantar na hora de desfilar”, comenta Vivian. As turmas também produziram os estandartes para o desfile.

O Carnaval de Pernambuco ficou por conta do Infantil 5. Eles viram o frevo, o galo da madrugada e o homem da meia noite. “Uma das referências de lá são os bonecos gigantes. Então, eles produziram bonecos e levaram adereços que caracterizam o frevo, como o guarda-chuva, para a hora do desfile”, explica a coordenadora. O professor de Música também conta o que foi trabalhado no componente. “A turma fez um trabalho muito bacana comigo, que foi conhecer o frevo de Pernambuco. Juntos, conhecemos os personagens de lá e aprendemos a cantar o hino do Galo da Madrugada que abre o Carnaval. Eles também aprenderam alguns passos do frevo”, explica.

Todo esse estudo foi finalizado com o desfile na Praça de Milão. Os alunos cantaram, dançaram e se divertiram juntos. Ao retornarem à Escola, a folia se estendeu também para as turmas do Infantil 1 e 2.

 

 


 

 

 

Facebook Twitter Linkedin Issuu Youtube