HOME  |  CONTATO  |  LC Online  |  NOTÍCIAS Social Moodle Social Facebook Social Twitter Social Linkedin Social Issuu Social Youtube

 



Alunos do 5º ano em vivência no Fundamental II

10/09/2017

As turmas dos 5º anos do Ensino Fundamental I que, em 2018, estarão no 6º ano, foram até a unidade do Fundamental II para conhecerem o prédio, a nova dinâmica na sala de aula e alguns dos novos professores. A visita teve como objetivo deixar os alunos familiarizados com o novo ambiente, para que a passagem para a série seguinte ocorra da melhor forma possível.

Chegando ao Fundamental II, cada turma dirigiu-se para uma sala, onde alguns professores tiveram por volta de 40 minutos para se apresentarem, conhecerem os alunos e aplicar uma atividade de integração. “A vinda dos 5ºs anos aqui no Fundamental II é uma conversa inicial. Eles ouvem bastante coisa sobre o 6º ano. Hoje, eles puderam tirar todas dúvidas para saberem como é o Fundamental II”, explica a coordenadora de série, Andréa Bivar.

Durante a vivência, as turmas tiveram seis momentos: 4 com os novos professores, 1 com a coordenadora de série e outro com a professora da turma.

Na aula de Artes, o educador Pedro Haddad levou a turma para a Sala de Expressão e, juntos, brincaram de “Bomba Relógio”. A brincadeira começa com os participantes em uma roda, sendo que um fica sentado no chão de olhos fechados para poder fazer a contagem, enquanto se passa uma bola. Quando a contagem chega no 30, o participante que está com a bola é “queimado” e tem que sentar no chão para a brincadeira continuar, pois quando a bolar chegar no participante que está jogando, ele tem que “pular” o que está sentado para passar ao colega. “O legal desse jogo é que ele é de sorte, e o interessante é que, se você for eliminado e passar uma ‘rasteira’ no colega, você não deixa ele jogar. O importante é você fazer parte do jogo, mesmo sendo eliminado. É igual ao teatro: se estou em uma cena e logo depois eu saio, mas meus colegas estão ainda atuando, eu não posso atrapalhar eles”, explica Pedro.

Para conhecerem o Laboratório de Criação, os alunos foram acompanhados pelo educador de informática, Rodrigo Lemonica, e pelo monitor de informática, Mateus Mendes. Lá, eles explicaram para que serve a tecnologia, quais os projetos são realizados e apresentaram a tão aguardada impressora 3D para a turma. Uma das atividades realizadas foi o jogo Kahoot, em que os grupos tinham que responder rapidamente as perguntas que surgiam na TV do laboratório.

O professor de História, João Marcello Araújo, após apresentar-se e falar brevemente do componente, colocou a canção “Sampa”, escrita por Caetano Veloso e cantada por Gilberto Gil para a turma ouvir. Acabada a música, o professor explicou o que dizia a canção e propôs aos alunos que eles escrevessem algumas frases sobre o que eles achavam da cidade de São Paulo. “Ano passado realizei a mesma atividade com os 5ºs anos que vieram e pedi para que eles me entregassem o que haviam feito para que, no primeiro dia de aula no 6º ano, eu pudesse devolver para eles. Porém, dessa vez propus um desafio aos alunos: eles vão guardar e, no primeiro dia de aula de História, eles que vão trazer para mim”, explica João.

Na aula de Português, a professora Ariadne Olímpio falou sobre a Língua Portuguesa e as suas diferenças em outros países, como em Angola e Moçambique, que também falam o idioma. O texto “A piscina do Tio Vitor”, do angolano Ondjaki, foi lido e discutido pela sala para que pudessem responder a algumas questões.

O aluno Felipe Martins, do 5ºC, achou emocionante a visita ao Fundamental II. “Nunca tive uma aula aqui. Então, chegar em um lugar que não conhecemos nos deixa meio sem saber o que fazer por ser algo muito novo. Mas estou gostando, ainda mais em saber que teremos um professor para cada matéria”, diz Felipe.

 


 

 

 

Facebook Twitter Linkedin Issuu Youtube