Festa Junina Lourenço Castanho 2019

A celebração contou com a presença das famílias para prestigiar as apresentações.


No último sábado, 15, aconteceu um dos eventos mais esperados do ano: a festa junina. A festa foi realizada na unidade do Ensino Fundamental II. As apresentações, que ocorreram durante todo o dia, contaram com a presença dos alunos desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

As apresentações se iniciaram com os alunos do Infantil 1, 2 e 3, que apresentaram danças com o tema do ritmo do coco, o qual foi trabalhado com as crianças durante os últimos meses. Eles exploraram as partes do coco e pisaram na terra, remetendo ao que é feito no chão das casas de taipa.

A mãe da aluna Leticia Marcondes Barbosa, do infantil 2C, Thais Moraes de Freitas Marcondes, conta que acha muito importante que a cultura da festa junina seja introduzida para as crianças desde os primeiros anos na escola.

“Minha filha ainda é pequena e é por isso que eu acho super legal que já tenha essa vivência, essa preparação para a festa junina, que, no caso dela, foram os estudos do ritmo do coco. Para mim, está sendo muito bom e ela está adorando também”.

Em seguida, os alunos do Infantil 4 e 5 exploraram o “Cavalo Marinho”, uma forma de expressão típica de Pernambuco, dançada com arcos enfeitados com fitas coloridas.

Abrindo as apresentações do Fundamental I, os alunos do 1° ano dançaram uma quadrilha autoral, pularam a fogueira e encantaram a todos com a chuva de papéis coloridos no final da dança.

O 2° ano trabalhou com o tema ciranda e apresentou, através de histórias cantadas, o ritmo surgido na zona litorânea nordestina, criado com base no movimento das ondas.

Os alunos do 3° ano desenvolveram sua dança a partir do gênero catira, uma dança bastante presente na região sudeste e que é marcada pelas batidas dos pés.

Marcelo Marino Bicudo, pai da aluna Teresa Whately Bicudo, do 3° ano A, disse que a festa junina é uma oportunidade para ter um momento em família: “É uma delícia poder tirar um dia para brincar com os filhos e estar com a família e, ainda mais, poder compartilhar tudo isso com a comunidade da Lourenço Castanho”.

Dentro do Projeto de Série, os alunos do 4° ano estudaram o boi bumbá, que esteve presente também na apresentação da sala. Através de músicas de Luiz Gonzaga e Ana Maria de Carvalho, as crianças desenvolveram uma narrativa sobre a lenda da Mãe Catirina e do Pai Francisco. O 5° ano explorou a ritmo do Maracatu Rural e dançou ao som de uma composição autoral da sala e de “Maracatu atômico” de Caetano Veloso e Jorge Mautner.

Dentro do componente curricular de Teatro, os alunos do 6° ano elaboraram um roteiro autoral junto com o Professor Pedro Haddad e apresentaram uma quadrilha encenada.

Os alunos do 8° ano exploraram o ritmo do xote e dançaram músicas de Luiz Gonzaga, Marisa Monte e Paulinho Moska. E, para fechar a festa, os alunos do Ensino Médio apresentaram uma quadrilha com intervenções de músicas contemporâneas.

A decoração também teve ampla participação dos alunos. Dentro das temáticas trabalhadas por cada um dos ciclos para a festa junina, os alunos confeccionaram objetos artísticos para compor os enfeites. Foram feitas também oficinas no Ensino Fundamental I e II para que, de forma espontânea e voluntária, os alunos produzissem peças para serem utilizadas. Houve também uma oficina que contou com a participação das famílias para confecção de enfeites para as mesas do evento.

A coordenadora de artes, Fabiana Queirolo, conta que os trabalhos desenvolvidos para colaborarem com a festa junina enriquecem muito o repertório dos alunos. “Os trabalhos de artes visuais, as músicas, as brincadeiras que eles aprendem e o que vivenciam nas aulas, tudo é um modo de eles incorporarem parte da cultura brasileira”.

Nas barracas, muita comida típica, como as delícias do milho, pé de moleque, doce de abóbora. A salas abrigaram as brincadeiras tradicionais da comemoração que fizeram a alegria da criançada. A Associação de Pais da Lourenço Castanho (APLOC) promoveu uma rifa com mais de 30 prêmios para animar a festa e também contribuir com o mutirão que será feita na Escola Estadual Mário de Andrade, em outubro. A arrecadação de verba para a ação também foi feita por meio da barraca de café e da cabine de fotos, novidades da edição de 2019 da festa.

Clique e confira ao álbum de fotos no Facebook!!!