fbpx

Investigando o Centro de São Paulo

Alunos dos 6ºs anos saem a campo para atividade do Projeto Integrador de Série.


Os alunos dos 6ºs anos do Ensino Fundamental foram ao Centro de São Paulo para tentarem responder a pergunta problematizadora do Projeto de Série – “Como eu me relaciono com os problemas do mundo?”. Eles visitaram o Mercado Municipal, o Vale do Anhangabaú e a Estação da Luz para investigação e observação.

Depois de assistirem à animação “O menino e o Mundo”, as turmas se sensibilizaram, e trilhas de aprendizagem foram elaboradas para a etapa no Centro de São Paulo. “Com o filme, os alunos realizaram uma discussão sobre o mundo que o personagem descobre e sobre os problemas que ele vivencia. A ida ao centro os convida a observarem os problemas e também os aspectos positivos, fazendo diversas relações”, explica o professor de História, João Marcello Araújo.

Os alunos receberam fichas para anotações dos lugares visitados e também levaram câmeras e celulares para fotografarem os espaços para posterior análise. “A ficha dada aos alunos procura fazer com que eles observem diversos pontos como poluição, os moradores de rua, o trânsito, o comércio local, as pessoas que ali trabalham e os serviços públicos disponíveis. Já as fotos são para os alunos realizarem um comparativo do antes e do depois”, diz o professor.

As turmas seguiram o mesmo roteiro, porém, em ordens diferentes. Visitaram locais como: Rio Tamanduateí; Mercado Municipal; 25 de março; Pátio do Colégio; Rua Santo Bento; Viaduto Santa Ifigênia; Vale do Anhangabaú; Praça da Sé; Estação da Luz, entre outros. “Tentamos mostrar que o centro é grande em área e tem uma diversidade e variedade em serviços e pessoas. O Mercadão, por exemplo, permite analisar a questão do abastecimento da cidade, dos produtos que ali são vendidos, e a comparação do preço com os dos mercados perto das casas deles. Já a 25 de março é um comércio popular que muitos conhecem e que tem bastante diversidade. Também trabalhamos a questão dos imigrantes, fazendo relação com a ocupação da cidade”, comenta João.

A aluna Lis Tinoco Mendes, do 6ºB, disse que gostou da atividade. “Achei muito legal andarmos pelos lugares, porque muitas vezes vamos à Praça da Sé, por exemplo, mas pegamos o ônibus para ir até lá e, agora, está sendo diferente, estamos conhecendo melhor os espaços”, destaca. A colega de sala, Nina Fernandes, também comentou sobre a saída: “Achei essa oportunidade incrível, apesar de morar perto do centro e já ter vindo diversas vezes, está sendo muito bom revê-lo de uma outra maneira”, disse.

Diante da mobilização realizada com o filme e com os problemas observados no Centro de São Paulo, os alunos apresentarão os problemas que mais os sensibilizaram e que querem investigar, mostrando soluções e possíveis maneiras de realizá-las. “A partir da escolha dos problemas pelos alunos, os professores farão uma comissão para definir qual será o tema a ser trabalhado por cada grupo para que eles possam investigar e se aprofundar”, explica o professor.