Infantil 5 em vivência no Ensino Fundamental I

Alunos conhecem novos professores e a Unidade onde irão estudar no próximo ano letivo.


No dia 23 de outubro, os alunos do Infantil 5 visitaram o Ensino Fundamental I, para conhecerem a Unidade e alguns dos novos professores que os acompanharão no próximo ano letivo. A vivência aconteceu em conjunto com os alunos dos 1ºs anos e proporcionou diversas atividades de integração.

“Esse é um momento muito importante (passagem do Infantil para o Fundamental I); é uma experiência extremamente significativa para os alunos, e essa vivência ajuda as crianças a lidarem com a angústia do novo. Para nós, é muito importante valorizar o crescimento deles. Além disso, é uma oportunidade para que eles convivam com as crianças que já viveram isso no ano anterior e que, agora, já estão mais ‘maduros’ nessa época do ano”, explica a coordenadora do Infantil 5, Gabriela Kogachi.

Para preparar os alunos do Infantil 5 para a vivência, a coordenadora dos 1ºs anos, Diana Tatit, foi até a Educação Infantil para uma conversa com os alunos sobre a Unidade do Fundamental I e sobre as mudanças de lá, compartilhando, assim, um pouco de como será a nova rotina deles no próximo ano. “Ela conversou, levou fotos e deixou um gostinho do que é a nova Unidade para as crianças”, comenta a professora do Infantil 5A, Fabiane de Carvalho.

No dia da vivência, as crianças tiveram uma programação repleta de atividades que realizaram junto com outras turmas mais velhas. “A ideia é propor uma rotina de 1º ano. Então, elas vão brincar nos cantos com as crianças, vão conhecer os professores especialistas e os de sala de aula e verão que, parte dessa rotina não é tão diferente da rotina do Infantil 5”, comenta a coordenadora.

Passado esse primeiro momento, os alunos seguiram para as salas onde cada turma do Infantil 5 ficou com uma turma do 1º ano para realizarem atividades.

Para se conhecerem, foi proposta uma roda de conversa, para que cada um se apresentasse. “O fato de colocarem as turmas juntas, proporcionou um entrosamento muito maior, e, logo, eles se adaptaram. Muitos nem se conheciam, mas já estavam conversando e brincando”, destaca a professora do Infantil 5B, Fernanda Gazal.

As atividades propostas foram: aula de Educação Física, Artes e Inglês; momento de contação de história com a coordenadora Diana e um passeio pela Escola para conhecerem a estrutura do espaço.

Na aula de Educação Física, com a professora Giovanna Ballarin, os alunos participaram de diferentes jogos que foram realizados na Quadrinha do Fundamental I. Na aula de Artes, com a professora Maria Soledad Csatlos, foi proposto que as crianças desenhassem animais imaginários, dessem nome e explicassem quais as junções de animais foram feitas nos desenhos. Na última aula com especialistas, a professora de Inglês, Sandra Vieira, mostrou para os alunos um vídeo de música que apresentava alguns animais em inglês. Após assistirem ao vídeo, os alunos do Infantil 5 foram conhecer as produções dos alunos dos 1ºs anos, que eles haviam feito nas atividades do componente curricular. Conforme iam vendo, a professora perguntava quais eram os animais que os alunos estavam observando, e, em inglês, as crianças iam respondendo.

No momento de contação de história, a coordenadora dos 1ºs anos apresentou a história de um homem muito bondoso que, quando via um animal tendo dificuldade em algo, ele prontamente ia ajudar. Até que um dia, o homem chega a um Reino e descobre que a Princesa possuía um espelho mágico que mostrava todas as coisas escondidas. A partir disso, novas aventuras iam acontecendo no desenrolar da história.

A última atividade proposta foi o momento de conhecer as dependências da Escola. Eles visitaram a Biblioteca, as quadras, o laboratório de Tecnologia Educacional e o Ateliê, tudo apresentado pelos alunos dos 1ºs anos. “A turma estava bem animada e ansiosa com a oportunidade de apresentar a Escola para o Infantil 5 e esperava muito por esse momento”, destaca a professora auxiliar do 1ºD, Caroline Rigon.

A professora Fabiane conta que os alunos ficaram animados com a vivência. “Eles ficaram muito empolgados, já ouvi dizer que querem ficar por aqui. Então, esse momento é fundamental para eles desmitificarem um pouco do que imaginavam e perceberem que a rotina é muito parecida, só que com novos desafios, claro. Eles estão muito animados para o próximo ano”, diz.