fbpx

Lourenço Castanho realiza vivência entre Escola, alunos e familiares

As crianças da Educação Infantil levaram suas famílias para uma manhã cheia de atividades, brincadeiras e descobertas.


No dia 08 de abril, as professoras, coordenadoras e direção da Educação Infantil receberam alunos e familiares para uma vivência em família. Realizado na Unidade do Ensino Médio, o principal propósito do evento foi fortalecer ainda mais a relação família e Escola, oportunizando momentos de integração repletos de brincadeiras e descobertas.

Além disso, a vivência em família tem também um caráter de celebração: “Nós valorizamos o contato das crianças com seus familiares e, por valorizarmos isso, pensamos em ter um espaço para celebrar esse momento entre todos”, explica a coordenadora pedagógica, Vivian Alboz.

O evento permitiu que os familiares dos alunos vivenciassem de perto novas experiências e  também participassem de algumas das atividades desenvolvidas em sala de aula , além de terem um contato mais amplo com os professores. “Sempre temos contato com os pais, mas é sempre rápido (quando trazem as crianças). Na vivência, isso foi diferente, pois conversamos e compartilhamos momentos com todos os familiares e alunos”, comenta a professora Vivien Yamamoto.

A abertura do evento ficou por conta do professor Renato Epstein e da Lu Horta, integrantes do grupo Barbatuques, que apresentaram a música “Sambalelê”, com sons feitos a partir do corpo. Os familiares foram convidados a participar e, juntos, aprender a fazer a escala musical e outros sons diversos, como o barulho da chuva, utilizando apenas o corpo.

Após a apresentação, os alunos e seus familiares puderem vivenciar os espaços oferecidos pela Escola. Ao todo, foram 13 estações com atividades artísticas, musicais e experimentais que abrangeram as áreas do currículo, como Música, Inglês, Artes Visuais, Educação Física etc., desenvolvidas para serem divertidas e prazerosas, tanto para as crianças como também para os adultos.

“As atividades oferecidas foram muito interessantes, até me pergunto se é realmente assim na Escola. Tenho vontade de ir lá em uma aula e passar o dia com eles”, comenta Adriana Farias, mãe do aluno Bento, do Infantil 4.

As famílias compartilharam o que acharam da vivência e as experiências em algumas das atividades.

“O contato que a vivência proporcionou, não só da Escola com os pais, mas também dos pais com os filhos, é muito importante”, diz Renata Ferreira. “Sou suspeita para falar, porque fui aluna da Lourenço, mas, como mãe, posso dizer que é muito bom saber o orgulho que eles sentem em verem que estou aqui, vendo um pouco do que eles praticam na Escola nesse momento”, explica Adriana Martinez.

Sobre a atividade na Estação “Corrida Maluca”, Adriana comenta: “Achei interessante esse circuito, em que eles têm diversas sensações. Acho muito bacana e importante poder participar”.

Renata também compartilha sua experiência nas atividades: “Visitamos as estações e gostamos de todas! O meu filho, Luís, adorou a Estação Desenhando no Escuro e a Confecção de Brinquedos”.

Na Estação “NUPS – Jogando Goal Ball”, as pessoas tiveram a oportunidade de conhecer e praticar a modalidade com os atletas. O jogador Antônio de Oliveira fala da importância do evento. “A vivência é importante para mostrar outra realidade e tentar acabar com o preconceito que existe com pessoas que possuem qualquer tipo de deficiência. Se trabalhada essa questão com o apoio da família, torna-se algo muito bacana”.

A Vivência em Família resultou em um contato mais forte entre a Escola e os familiares, apresentou atividades desenvolvidas a partir das áreas do currículo e proporcionou momentos divertidos e experiências interessantes para os alunos e suas famílias.