fbpx

Vivência do Ritmo Coco na Praça de Milão

Alunos da Educação Infantil experimentam cocos, dançam o ritmo e fazem gincanas.


Os alunos do Infantil 2 e 3, no dia 16 de maio, foram à Praça de Milão, com objetivo de realizar atividades relacionadas ao ritmo coco (ritmo que será apresentado na Festa Junina).

Antes de irem à Praça de Milão, as professoras apresentaram o ritmo aos alunos por meio de uma peça de teatro. As crianças souberam que o ritmo surgiu em Alagoas e que, segundo a lenda, se originou a partir dos trabalhadores de fazendas do interior do Nordeste, que escutavam o barulho do coco sendo quebrado. Outra lenda diz que os trabalhadores batiam o pé no chão (característica do ritmo) para deixarem o piso plano, já que antigamente o piso era feito de barro.

Acompanhados pela direção, coordenação, professores e seguranças, as crianças tiveram três experiências, na Praça de Milão. Primeiro, experimentaram o coco do seu Geraldo (vendedor de cocos no Parque Ibirapuera); em seguida, com o professor de música, Romeu Manson, dançaram, descalços na terra, músicas do ritmo coco, como Dona Mariquinha, Coco da Manuela, Coqueiro Balançou, Coco de Roda, entre outras. Por fim, as crianças fizeram uma gincana com os cocos.

“Nós acreditamos que as crianças, vivenciando com o corpo e com as próprias atitudes, acabam entendendo mais. É através dessas experiências que as crianças vão construir um aprendizado. Nós achamos que essas vivências contribuem para que os alunos entendam a proposta da atividade”, conta a professora do Infantil 2 B, Bruna Tena, sobre a vivência das crianças na Praça de Milão.