fbpx

XI Jornada de Profissões Lourenço Castanho

Evento reúne ex-alunos da Escola ingressantes no ensino superior e profissionais de diversas áreas para um bate-papo com o 9º ano e o Ensino Médio.


No dia 13 de junho, os alunos dos 9ºs anos e do Ensino Médio participaram da XI Jornada de Profissões da Lourenço Castanho, evento que integra o Programa de Orientação Profissional da Escola. O encontro permitiu que os estudantes tivessem contato com ex-alunos universitários e também profissionais de diversas áreas, para um bate-papo que apresentou carreiras e esclareceu dúvidas dos participantes.

A Jornada foi realizada na Unidade do Ensino Médio e mesas-redondas com ex-alunos, atualmente universitários, foram organizadas de forma que os estudantes pudessem se dirigir às que mais tivessem interesse, compartilhando suas vivências universitárias referente à profissão escolhida.

Cursos como: Direito, Computação, Química, Física, Medicina, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Administração, Economia, Relações Internacionais, entre outros estavam presentes. Foi falado sobre vestibulares, escolhas de carreiras, experiência acadêmica e foram sanadas as dúvidas que os alunos tinham sobre os cursos.

A ex-aluna da Lourenço Castanho, Giovanna Bianchini, estudante do 3º semestre de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, conta sobre a ideia da Escola em promover esse debate: “Na minha época, não tinha a opção de conversar com ex-alunos e bater um papo com alguém que já entrou na faculdade. Eu achei muito legal essa proposta, porque você mostra aos alunos como que é tudo isso”. Sobre quando estudava na Lourenço, Giovanna conta: “Em 2015, ano em que me formei, tinha a Orientação Educacional. Conversei bastante com os profissionais que me ajudaram muito na decisão de fazer Arquitetura”.

Sobre a experiência do bate-papo com as turmas, a ex-aluna Dara Jordan, que agora cursa 1º semestre em Publicidade e Propaganda na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), diz que sentiu o mesmo que os estudantes. “É muito legal essa iniciativa da Escola em chamar não só o Médio, mas também o 9º ano para participar. Me vi muito neles no decorrer da conversa, porque também tinha muitas dúvidas sobre o que fazer, sobre que carreira seguir e tudo o mais”, conta. Ela também ressalta sobre a importância do diálogo com pessoas que já estão na faculdade. “Lembro que conversava muito com os meus amigos que cursavam o Ensino Superior. Isso é muito importante para saber mais sobre a carreira. Espero que eu tenha conseguido ajudá-los, apesar de a minha experiência ainda não ser tão grande”, diz Dara.

Após a mesa-redonda, os alunos puderam assistir a algumas palestras, divididas em três horários, com profissionais de diversas áreas que contaram sobre a carreira e esclareceram dúvidas dos estudantes. Profissões como: Administração, Engenharia de Produção, Medicina, Biomedicina, Jornalismo, Rádio/TV e outras estavam na programação.

No primeiro horário, a palestra de Medicina e Biomedicina esclareceu a diferença dos dois cursos que, muitas vezes, são vistos como se fossem o mesmo. Perguntas sobre como é a rotina, se é possível um médico conciliar a vida profissional e pessoal, entre outras foram feitas para o médico Christian Valle Morinaga, especializado em Clínica Médica e também plantonista de Pronto Atendimento do Hospital Sírio-Libanês.

O bate-papo sobre Jornalismo e Rádio/TV contou com a presença da ex-aluna da Lourenço Castanho, Júlia Ferreira. Formada em Comunicação e Mídia e atuante na área de assistente de direção na indústria de cinema, ela contou sobre sua escolha, as dificuldades da carreira, as produções que realizou e relembrou os tempos em que estudava na Escola. “É muito interessante voltar e olhar para os alunos de um jeito que já olhei para os professores e palestrantes. Ver que a Escola está investindo tempo e esforço nisso, de chamar pessoas que têm algo a dizer sobre o mercado de trabalho, de contar como é a vida real e mostrar como é a área, é muito bacana”, diz.

O segundo horário contou com as palestras de Arquitetura e Engenharia Civil, Relações Internacionais e Economia, Pedagogia e Psicologia.

Na discussão sobre Pedagogia e Psicologia, o diretor do Ensino Fundamental I, Leandro Ferreira, que é formado em História e Pedagogia pela USP e Mackenzie, emocionou a todos quando compartilhou como decidiu ser pedagogo, quem o inspirou e qual a importância dessa profissão. “É sempre muito bom poder falar sobre ser professor e trazer isso para os jovens que consideram a possibilidade de trabalhar na área da educação. É uma profissão que tem muito a oferecer para a sociedade”, afirma Leandro.

As palestrantes de Relações Internacionais e Economia mostraram aos alunos as diferenças e também semelhanças em relação as duas áreas e apresentaram diversos caminhos que as profissões podem ter. Denilde Oliveira, doutora em Ciências Políticas pela USP (Universidade de São Paulo) e professora do curso de Relações Internacionais da ESPM, destacou a participação dos alunos. “Achei ótimas as perguntas que eles fizeram – foram pertinentes ao tema e se mostraram bem curiosos pelas carreiras. Foi um prazer conversar com eles e acho importante também saber o que eles estão procurando”, diz.

No último horário, as palestras foram: Artes, Direito, Ciência da Computação, Design e Jogos Digitais e Publicidade e Marketing.

No bate-papo sobre a carreira de Artes, os palestrantes contaram suas experiências, apresentaram a carreira e propuseram um momento de descontração com música e dança para os alunos. A mestre em Artes Plásticas pela Faculdade Santa Marcelina (FAMS), Ana Tatit, que também é professora de Educação Artísticas, contou sobre o amor que tem pela profissão. “Tenho uma paixão muito grande pelo meu exercício de Arte Educadora. E é como eu contei para eles, sempre trabalhei com muita liberdade, imaginação e criação, porque a Arte é isso, uma disciplina que tem subjetividade”, diz.

Hermes Ursini, palestrante de Publicidade e Marketing, compartilhou sua experiência no evento: “Achei ótima a proposta da Jornada, foi bem legal a participação dos alunos fazendo as perguntas”.

Os alunos que participaram da XI Jornada das Profissões Lourenço Castanho contaram o que acharam do evento. “Achei incrível a palestra sobre Arquitetura. Fiz uma pergunta ao palestrante, e ele respondeu exatamente o que eu queria, sem contar que pudemos interagir bastante. Eu participei da Jornada para esclarecer as dúvidas que tinha e saí satisfeita”, conta a aluna Nina Cirello, do 9º ano B. Já a aluna Chiara Tedeschi, da 2º série B, destacou a importância da Jornada para ela. “Como um todo, o evento ajuda muito. No bate-papo com os ex-alunos, é algo muito próximo de alguém que acabou de sair da Escola e agora é universitário – isso é uma perspectiva muito legal. E, na hora em que estamos na palestra, é uma forma diferente de ver a profissão. Então, temos dois olhares: da vivência na universidade e no mercado de trabalho. Isso ajuda muito a nos aproximar de áreas que não temos na Escola”, diz.

Concluindo as atividades, os alunos interessados em cursos no exterior puderam participar da palestra “O que fazer para estudar fora do Brasil”, que apresentou o processo para o ingresso em Faculdades dos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.