Alunos visitam o Catavento Cultural

Ensino Fundamental I participa de atividades em Museu.


Os alunos do 2º ano visitaram o Museu Catavento Cultural, localizado no Brás. A visita teve como objetivo retomar conteúdos relacionados ao componente de Ciências da Natureza, que foram estudados com as crianças, para que elas pudessem observar temas que são vistos em sala de aula.

Ao chegarem ao Catavento, os alunos foram guiados por monitores do Museu, além de serem acompanhados pelas professoras de classe e pela professora de Ciências da Natureza, Denise Mandowsky.

O primeiro espaço que conheceram foi a seção terra, onde havia uma caverna. As crianças ficaram muito curiosas com a caverna cinematográfica, e os guias explicaram como elas são formadas, quais os tipos de cavernas existentes (secas e úmidas) e quais animais se encontram nelas (baratas, morcegos, aranhas e centopeias).

Em seguida, os alunos conheceram a réplica do gliptodonte, animal parecido com o tatu-bola, porém bem maior. Os monitores contaram algumas curiosidades sobre ele e explicaram que esse animal adulto teria o tamanho de um fusca, e a réplica que as crianças viram é de um filhote.

Outro lugar visitado no Museu foi a sala de luz e óptica, localizada na seção engenho. Os alunos foram questionados a responder o que é luz, como a luz chega à Terra e como é formado o arco-íris. Como as crianças já estudaram esse conteúdo, puderam contribuir com seus conhecimentos.

Ainda na seção engenho, os alunos foram ao setor dos fluidos, onde se divertiram muito com os diversos tipos de bolhas que são possíveis de se formar.

Finalizando a visita, na seção vida, os alunos retomaram outros assuntos já vistos em sala de aula, como o sistema reprodutor e os caminhos dos alimentos.

Segundo a professora Denise Mandowsky, é importante que as crianças façam essa visita ao Museu para aumentar o repertório de conhecimento e para saber que existem espaços que podem ser visitados.

O aluno Francisco Tomás Clemente, do 2º ano C, conta o que mais gostou de conhecer no Catavento: “Eu gostei de conhecer a caverna, porque eu não sabia que elas eram feitas de estalagmite”. Já a aluna Júlia Tavares disse ter gostado de ir ao setor das bolhas: “Você mesmo faz as bolhas e consegue ficar dentro delas”.