Alunos visitam espaço rural em Parelheiros

Turmas dos 3ºs anos visitaram o “Sítio Minha Fazenda” como parte do Projeto Integrador de Série.


As turmas dos 3ºs anos, que estão estudando sobre o espaço urbano e rural no Projeto Integrador de Série, foram até Parelheiros, município de São Paulo, no Sítio Minha Fazenda, para conhecerem, observarem e analisarem diferenças entre rural e urbano.

Como parte do Projeto, os alunos já haviam ido ao Centro de São Paulo para visitarem lugares urbanos e analisarem a existência e qualidade de serviços básicos (coleta de lixo, pavimentação, iluminação, tratamento de água e de esgoto) e verem quais os malefícios e benefícios de morar em um centro urbano. “Nós fomos à Praça da República e ao Edifício Copan para que os alunos vissem como é um espaço urbano. Apesar de eles viverem no ambiente urbano, eles não estão acostumados a olharem de forma analítica para esses lugares”, explica a professora do 3ºB, Paula Barros.

Para conhecerem o espaço rural, os alunos foram ao “Sítio Minha Fazenda” das proprietárias Valéria Macoratti e Vânia Ferreira que, juntas, estão implantando o projeto “Acolhendo em Parelheiros”.

“Nós estamos iniciando esse trabalho para que possamos receber pessoas para conhecer o turismo de base comunitária, que é vir e conhecer uma realidade com a qual não estão acostumados, participar das atividades que realizamos no dia a dia e presenciar algo diferente na cidade de São Paulo. A vinda de alunos para cá é exatamente para isso: mostrar que existe zona rural na cidade e mostrar como que é para eles”, explica Valéria.

Ao chegarem ao Sítio, os alunos foram recebidos pelas proprietárias e seguiram para o lanche. Feito esse primeiro momento, cada turma seguiu para uma atividade diferente: realizar uma entrevista com uma das donas e conhecerem a área de plantação e o ambiente onde ficam os animais.

Na entrevista realizada com a Valéria, os alunos fizeram perguntas sobre a presença ou não de serviços básicos e sobre sua qualidade. Questionaram também sobre as vantagens de morar em uma zona rural. Com isso, os grupos que ficaram responsáveis por cada serviço básico escolheram algo que representasse o serviço para que pudessem fotografar.

Os alunos que seguiram para o segundo espaço conheceram os processos de plantações e o ambiente onde ficam os animais (galinhas, patos, jegue e jumento). Além disso, eles fizeram o teste do algodão para saberem se a qualidade do ar é melhor ou pior que a do centro urbano. “Eles tinham uma hipótese de que a qualidade do ar do ambiente rural era melhor do que a do urbano e, ao fazer o teste, a hipótese deles se confirmou”, comenta Paula.

Terminadas as atividades do primeiro horário, todas as turmas seguiram para o almoço.

O segundo momento ficou reservado para uma oficina de produção de tinta com terra. Os alunos conheceram os materiais de utilização e a maneira para produzir a tinta. Posteriormente, eles pintaram algumas caixas com a tinta produzida.

A aluna Luiza Rovai, do 3ºB, comenta o que achou da visita: “No espaço rural, nós vimos muitos animais e plantações, e o mais legal disso tudo é que é dentro da cidade de São Paulo, o que me fez gostar mais ainda, porque no urbano tem muita gente e muito trânsito”. A colega de classe, Sophia Milano, complementa: “Nós tivemos contato com várias coisas novas com as quais nunca havíamos tido antes, e isso foi muito interessante”.

No final da visita, os alunos puderam participar de uma feirinha de hortaliças orgânicas.