Vice-Presidente da Microsoft participa de conferência com alunos do 6º ano

Única escola no Brasil, Lourenço participa de Global Education Skype-a-Thon 2017.


Os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental II participaram, no dia 29 de novembro, de uma conferência chamada Skype-a-Thon, com Anthony Salcito, Vice-Presidente de educação da Microsoft.

Segundo Juliana Thomé, que trabalha na área de Marketing Educacional da Microsoft, o objetivo do Skype-a-Thon é de promover o uso de Skype na sala de aula, além de fazer com que as escolas se conectem. “É importante ter essa troca de experiências. O Skype não é só uma coisa que nós usamos em casa, consegue conectar mundos. Ao conectar alunos que estão em uma sala de aula, com um executivo da Microsoft, pode-se abrir a visão, e expandir a sala de aula para outros países, estados e cidades”, afirma Juliana.

Após a Lourenço Castanho ter participado da Bett Educar, feira educacional que acontece todo ano, a Microsoft resolveu convidar a Escola para participar da conferência e bater um papo sobre as ferramentas de tecnologia educacional. A Lourenço Castanho foi a única escola brasileira a participar do Skype-a-Thon, encontro que ocorre mundialmente.

As crianças estavam no Laboratório de Criação do Ensino Fundamental II e contaram ao Anthony, que estava em Seattle, sobre o projeto integrador de série “Como eu me relaciono com os problemas do mundo?“, e como eles utilizaram o Sway nas apresentações feitas na Mostra Cultural. Eles contaram que acharam o programa mais fácil e rápido de se utilizar do que o Power Point.

Os alunos perguntaram a Anthony sobre o que a Microsoft tem feito de novo, e ele explicou que sempre estão querendo criar coisas para o futuro, pois a tecnologia vem crescendo muito rápido. Durante a conversa também foi perguntado como os aplicativos podem ser melhorados, e Antony disse que a Microsoft está sempre aberta a sugestões e feedbacks, o que ajuda nessa melhoria.

“Eu achei legal a gente compartilhar sobre o nosso projeto, porque assim, o Anthony conversa com crianças de outros países e consegue criar novas opiniões, e com essas opiniões ele consegue criar novos aplicativos”, afirma a aluna Maria Luiza Gayotto, do 6º ano B.

O aluno Francisco Scafuro, do 6º ano B, conta sobre experiência: “É uma oportunidade única, foi muito legal. Eu adorei ter conversado com uma pessoa da Microsoft. Gostei muito de fazer perguntas e de treinar o meu inglês.”